Consumo,  Media

Visão Sete: Fashion Revolution Week: Vamos falar sobre a indústria têxtil?

Este ano, a Fashion Revolution Week faz-se no digital. A quinta edição decorre entre esta segunda, 20, e sexta, 26, no Instagram, com um conjunto de conversas sobre o verdadeiro custo daquilo que vestimos. Um tema que dá que pensar, ainda mais, de quarentena.

Com a programação cancelada, e para não deixar cair uma iniciativa que tem como objetivo repensar a indústria têxtil, a maneira como produzimos e consumimos, a Fashion Revolution Week virou-se para o digital. A partir desta segunda, 20, e até sexta, 26, na conta de Instagram do Fashion Revolution Portugal, assim como nas contas dos vários participantes, vai decorrer um conjunto de conversas e debates sobre vários temas ligados à sustentabilidade e ao comércio local, entre outros.

Do programa, fazem parte uma série de entrevistas orientadas por Joana Guerra Tadeu, na sua página de Instagram. Esta ativista do consumo consciente, da produção ética e do que é português, fala esta segunda, 20, às 17 horas, com Joana Sternberg, fundadora do projeto Mind The Switch, um mercado de troca de roupa que dá oportunidade de trocar peças de vestuário de que já não se gosta, ou simplesmente não servem, por outras, e assim, compor um guarda-roupa sustentável. O consumo sustentável na moda é, aliás, um dos assuntos que mais vezes vai ser abordado durante a semana. Noutras conversas, Joana Guerra Tadeu junta-se a Carla Belchior, da loja A Outra Face da Lua, um dos primeiros negócios de vestuário e acessórios em segunda-mão em Lisboa (ter, 21, às 17h); e com Vanessa Rosa (Peggy Heart), que vai entrar em direto para ensinar a olhar para as peças do nosso guarda-roupa, dando como o exemplo o dela.

Ler mais >

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *